Pensando em investir nos Estados Unidos? Defina bem o seu objetivo.

Quando se trata de fazer um investimento em franquias nos Estados Unidos, ter uma visão clara dos seus objetivos é importante para a escolha do modelo de negócio ideal, uma vez que nem todas as franquias funcionam da mesma forma.


Ter um entendimento claro dos seus objetivos nos permite rapidamente eliminar dezenas de modelos de negócios que não são compatíveis com os seus interesses de forma a darmos foco à sua busca pelo negócio ideal, fazendo assim o melhor uso do seu tempo.


Da maioria dos investidores Brasileiros que nos consultaram ao longo dos últimos anos sobre investimento em franquias nos Estados Unidos, podemos agrupá-los em 3 categorias:


1) Investidores que buscam primariamente uma forma de residir legalmente nos EUA

Nessa categoria estão os investidores cujo objetivo principal é a obtenção de um visto de investimento que os permita residir legalmente nos Estados Unidos.


Esses investidores não esperam do negócio uma performance financeira além daquela mínima necessária para a manutenção do visto, pois possuem diversas outras fontes de renda.


O foco nesse caso é em negócios com operação simples, que não demanda muito do tempo pessoal do investidor na condução dos negócios, mesmo que isso se traduza em rendimentos mais modestos.


O modelo de negócio mais indicado é o semi-absentee (semi-ausente), com a contratação de um Gerente que conduz o dia a dia das operações. A função do investidor é a de supervisionar o Gerente.


Os vistos de investimento mais comuns são o visto EB-5 (Green Card) e o visto E-2, onde esse último se aplica apenas às famílias Brasileiras que possuam uma segunda nacionalidade, essa sim, de um dos países com Tratado Comercial e Marítimo com os Estados Unidos. A cidadania Brasileira por si só não é elegível ao visto E-2.


2) Investidores que buscam tanto residir de forma legal nos EUA como obter renda em dólares

Nessa categoria estão os investidores que, além da obtenção de um visto que os permita residir legalmente nos Estados Unidos, dependem da performance financeira do negócio nos Estados Unidos para viver.


O foco passa a ser em negócios escaláveis, com o potencial de performances financeiras e estratégias de saída mais atrativas e, para isso, o investidor está disposto a trabalhar ativamente no negócio.


O modelo de negócio mais indicado para essa situação é o modelo Executivo, onde o investidor atua ativamente como o gerente do negócio e contratar os empregados que executarão o serviço ou produzirão os produtos que serão ofertados aos clientes.


3) Investidores que buscam diversificação e dolarização do patrimônio

Para os investidores cujo objetivo é a diversificação de investimentos e dolarização de parte de seu patrimônio, mas sem a expectativa de se mudar para os Estados Unidos com visto de investimento, o foco passa a ser em negócios que independem de suas atuações para gerar resultados.


Existem diversos modelos de negócio que se aplicam a esse caso como o “Lease Back”, parcerias para fins específicos (Joint-Ventures) ou ainda o investimento em franquias casado com a contratação de empresa de gestão de implantação e operação, cujo parte da remuneração é indexada à performance do negócio, o que por sua vez, alinha os objetivos. Aprenda mais sobre investimentos passivos nos Estados Unidos.

Convidamos o leitor interessado em investimentos nos Estados Unidos a nos consultar sobre opções de franquia que mais se adequem aos seus objetivos.


Agende já a sua consulta gratuita!

Por: Daniel Purim, consultor de franquias e parceiro estratégico da Vuello Investments nos Estados Unidos

17 de fevereiro de 2022

Vamos conversar!

Qual a sua disponibilidade?

Clique na imagem ao lado e escolha o melhor dia e horário para um bate papo.

Acompanhe-nos

Entre em contato:

contato@vuello.com.br

R. Quintino Bocaiúva, 1333 - Centro, Guarapuava - PR, 85010-300